Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O cantinho do hooligan. Foi assim.

por FJV, em 07.04.09

 

 

 

Excelente jogo do FC Porto, com coisas tão perfeitas como os passes, as deslocações e os cortes de Fernando; o corredor de Sapunaru; a pontaria de Rodríguez; o magnífico passe de Bruno para Rooney; a garra de Cissokho à esquerda; as defesas de Helton; a sensatez de Lucho; as aparições de Lisandro; a oportunidade de Mariano González. Mão à palmatória para o tabuleiro de Jesualdo.

Mariano continua a ser um dos meus, com aquele ar de empregado de mesa do Tortoni, quase invisível -- e Fernando foi o modelo de um grande trinco, garantindo o lugar por muito tempo. Hulk não pôde fazer nada, e ainda bem (guardadinho no Dragão). Um verdadeiro jogo de campeões, próprio para o apito dourado, os sumaríssimos, os ricardos costas, os ressentidos e o que ainda está aí para vir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Liberal à moda antiga.

por FJV, em 07.04.09

Temos pouca cultura liberal entre nós. Liberal à moda antiga. Liberal, de liberdades, de autonomia, de independência e de individualismo. Queremos que a nossa opinião seja logo adoptada como a opinião; ou que a opinião dominante seja tão dominante que nem se dê ao trabalho de ir a debate. Temos medo de ficar do lado da opinião minoritária, do outro lado do poder – de onde vêm benefícios e vantagens. Tememos quem manda. O único horizonte de salvação é o Estado – para funcionários, para necessitados, mas também para empresários, que suplicam favores e facilidades. Por isso, o Estado tem sempre razão em nomes de todos nós («O Estado somos nós.»). Temos medo da palavra indivíduo – a maioria acha que o indivíduo (um luxo suspeito) não vale nada e que deve sujeitar-se ao colectivo, sacrificar-se em nome de todos. A nossa desgraça é precisamente essa.

[No Correio da Manhã.]

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds