Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Recortes. O amor de outros tempos (e uma catástrofe).

por FJV, em 16.03.09

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Recortes. Rádios de outros tempos.

por FJV, em 16.03.09

Uma casa séria que atendia os pedidos dos seus ouvintes com música de concerto, música portuguesa, ritmos modernos, música ligeira variada e êxitos do passado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Recortes. O twitter de outros tempos.

por FJV, em 16.03.09

Autoria e outros dados (tags, etc)

Recortes. Títulos de outros tempos.

por FJV, em 16.03.09

 

 

 

Títulos de O Primeiro de Janeiro, em Setembro e Outubro de 1973.

Sobre esta última notícia, ainda dois pormenores:

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Recortes. Coisas de outros tempos.

por FJV, em 16.03.09

 

O «estado social» visto no O Primeiro de Janeiro, 16 de Outubro de 1973, numa sessão da ANP.

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Corte do Norte.

por FJV, em 16.03.09

 

A Corte do Norte é um dos mais belos e enigmáticos romances de Agustina Bessa-Luís. Para isso contam não só o talento eterno e o altíssimo momento da autora na época (1987) mas também o cenário (a Madeira) e um enredo pós-romântico de traições, paixões e desacertos. Nessa altura, a crítica e a academia não lhe prestaram muita atenção (praticamente, só a aclamaram de novo em Vale Abraão, deixando passar em branco duas obras monumentais, Prazer e Glória e Eugénia e Silvina). João Botelho redescobriu o génio de Agustina filmando A Corte do Norte (ainda não vi), um retrato sublime de homens e mulheres atraiçoados pelo destino, como só ela soube pintar, com estilo, ironia, crueldade e (aí está o segredo) clemência para com os desesperados. É um romance muito belo, que se deve reler.

[No Correio da Manhã.]

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Wolfe.

por FJV, em 16.03.09

Eu Sou Charlotte Simmons, de Tom Wolfe (Dom Quixote), é um retrato da vida estudantil nos campus (os campi?) das universidades americanas – e Charlotte (que vai para a imaginária universidade de Dupond vinda da Carolina do Norte) é a heroína ingénua de Wolfe, muitas vezes irritante pela sua ingenuidade e compenetração. Aquele rodopio de personagens (Hoyt, Jojo, Adam, Beverly, etc.), de sexo obrigatório, de bebedeiras permanentes e de violência latente, faz-me perguntar: onde é que eles arranjam tempo para estudar? Recomenda-se.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O cantinho do hooligan. Mariano.

por FJV, em 16.03.09

 

Não é fácil dizer bem de Mariano González, mas eu tenho alguma admiração por ele. O ex-Racing, ex-Palermo e ex-Inter tem ar de tudo menos de jogador de futebol e o passado italiano não o recomenda (4 golos em 54 jogos). Na rua, parece ir a caminho da repartição ou do vestiário onde envergará a bata de ajudante de farmácia. No campo, está geralmente noutro lugar, mas sempre com aquele ar cumpridor de morador nos subúrbios mal integrado num grupo cool. Começou por ser, além de Helton, o único jogador a usar chuteiras pretas (as verdadeiras, as clássicas). Mudou de chuteiras mas não mudou de penteado – contra todas as más-vontades, ontem cruzou directo à baliza para fazer golo e, ainda (sempre com o seu «corte de cabelo à empregado de mesa do Tortoni») tirou da bandeja aquele passe para Lucho. As coisas, explico eu a alguns amigos da claque, vêm de onde menos se espera.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O cantinho do hooligan. As faixas.

por FJV, em 16.03.09

 

O facto de a PSP ter andado a retirar faixas de adeptos descontentes em Alvalade está relacionado com ameaças de morte ao quinteto acima. Está tudo explicado. Por instantes julgava-se que a PSP se tinha limitado a retirar faixas de adeptos descontentes.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds