Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O cantinho do hooligan. Calendário.

por FJV, em 24.02.09

 

No dia em que o FC Porto joga para a Champions, as primeiras páginas de dois dos desportivos são como se vê. O ódio ao FC Porto (assente no princípio de que só salvarão a pele e as audiências se o benfiquinha ganhar) atinge a demência. Depois de terem inventado um campeão de inverno, inventaram o jogo do título no sábado passado, que se repetirá no próximo. E por aí fora até à glória anunciada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Páginas de doutrina em ano de eleições.

por FJV, em 24.02.09

Diz-se que os soldados de Decimus Junius Brutus se recusaram, num primeiro momento, a atravessar o Lima (não li Estrabão e não sei conferir se o Lima corresponde ao Lethes, o rio do esquecimento); para trás, tinham deixado um rasto de vitórias que podia seguir-se até ao Tejo e para lá dele. Quando outros generais o acusaram de infligir tratos cruéis aos inimigos, ele atribuiu as atrocidades aos seus subordinados, descontrolados no calor das batalhas; mais tarde, quando foi nomeado procônsul, recompensou os soldados mais aguerridos e mais destemidos, mas não os convocou para o palco; impôs-lhes o silêncio. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Carnaval, uma meditação entre ruínas.

por FJV, em 24.02.09

«Em vez de rosnar insultos à simples visão do desfile de Ovar assola-me uma tristeza que vem da confirmação da natureza humana (de que não sou especial admirador). Vejo o Carnaval português como a prova viva das dissertações existencialistas de Kierkegaard. Tenho a certeza de que um minuto com a escola de samba da Mealhada Bota-Aí-No-Cangaço (repleta de adolescentes tiritando ao frio enquanto cantam) faria com que Sartre escrevesse O Ser E O Nada de rajada (e com A Náusea como prefácio). Até o provérbio «A vida são dois dias, o Carnaval são três» me parece ter sido escrito por Camus, como epígrafe para O Homem Revoltado e denunciador do ser humano abandonado a si mesmo, sem divindade que lhe valha. E é pensando na palidez da condição humana que me sento enquanto vejo uma mulher lindíssima a sorrir para mim, plumas saindo-lhe do traseiro»

Nuno Miguel Guedes, no Sinusite Crónica.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coisas que interessam realmente.

por FJV, em 24.02.09

Os assaltos estão a diminuir; verifica-se uma quebra de 10,6 por cento. O Xerife de Nottingham está em maus lençóis.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O cantinho do hooligan. Atenção.

por FJV, em 24.02.09

Caro José: chamo a isto o fim de um ciclo de optimismo histórico. Bem-vindo. Um dia destes vamos àquele barzinho, os dois, fazer a revisão da matéria.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 24.02.09

 

Rui Ângelo Araújo com um blogue de contos: Arquivo Mortos: «Este blogue é uma panaceia e uma profilaxia. Uma panaceia para a frustração de escrever para a gaveta e uma profilaxia contra a soberba de uma edição de autor. Logo, não é algo que se distinga assim tanto da referida gaveta — ou de um caixote do lixo. Não é, por pouco, um arquivo morto, mas assume tudo o que pode haver de esclarecedor e fúnebre em tal designação — o artifício literário do título não pretende contrariar o carácter ancestral desta sorte de arquivos.»

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds