Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Venezuela. Os manguitos.

por FJV, em 25.11.08

«Mesmo sob a pressão chavista, o povo venezuelano voltou a fazer-lhe [a Chávez] um manguito. A oposição ganhou nos dois estados mais populosos: Zulia e Miranda (6,6 milhões de habitantes num total de 28 milhões). A oposição ganhou, também, em parte considerável, as grandes cidades, a começar pela quase totalidade dos municípios da capital, Caracas. A cereja em cima do bolo desta vitória eleitoral chavista foi a derrota estrondosa de dois dos mais importantes e leais «homens do presidente», no estado de Miranda, Diosdado Cabello, ex-vice-presidente e ex-ministro do Interior do Governo de Chávez, e em Caracas, de Aristobulo Izturiz, ex-vice-presidente e ex-ministro da educação e ex-presidente do município de Caracas. Chávez perdeu o apoio da grande área metropolitana de Caracas, onde habitam milhões de pobres. Estes resultados eleitorais significam uma vitória da democracia na Venezuela.» Tomás Vasques, no Hoje Há Conquilhas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Namoro violento.

por FJV, em 24.11.08

A Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género promove uma “festa/acção de Sensibilização Contra a Violência no Namoro”. É bom e previdente. Namoro e violência, por princípio, não andam de mãos dadas. Os jornais andam cheios de notícias sobre casais de namorados adolescentes envolvidos em cenas de pancadaria. O problema é o do costume: primeiro, fecha-se os olhos ao papel disciplinador da escola porque, coitadas, as crianças não suportam caretices; depois, o afecto foi transformado em puro sexo, porque aos 12, 13 anos, as crianças andam de camisinhas no bolso e vêm aos gritos exigir educação sexual nas escolas como um direito sindical; finalmente, ninguém lhes dá dois estalos ao segundo sinal de má-criação. E é isto: temos o Estado a disciplinar o namoro, de cócoras.

[Da coluna do Correio da Manhã.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Brasil-Portugal

por FJV, em 24.11.08

De cada vez que a selecção perde há em mim dois sentimentos contraditórios: um, manda-me aceitar o resultado e marchar, triste e solidário, no caminho dos derrotados; o outro ordena-me que sorria e fique ligeiramente satisfeito com o comportamento da canalha em campo, um bando de paquidermes mimados e tratados a pão-de-ló – por terem confirmado que isto é tudo uma choldra. Seja como for, levar seis golos de uma selecção treinada por Dunga é mais do que triste; é deprimente. Uma pessoa vê aqueles jogadores na televisão, de crista levantada, e o pessoal da selecção, com o Prof. Pardal à frente, carregando a mala das vaidades, e não sei, não sei. Há dois sentimentos contraditórios: um, é vir para o jornal dizer que eles jogam um futebol de merda; outro, é acrescentar-lhe que são uns paquidermes mimados.

[Da coluna do Correio da Manhã.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Homens de negócios, juízes na Bolívia.

por FJV, em 24.11.08

As coisas devem ser feitas em grande. E nós, portugueses, que não poupemos nisso. Dias Loureiro contou na televisão que conheceu El-Assir, que o apresentou ao rei de Espanha para jogar golfe e, depois, a Bill Clinton. Os banqueiros e a finança têm os seus contactos, como se sabe. Um traficante de armas, um presidente, um rei – fazer negócios é ter influência para abrir portas aqui e ali, tanto no Banco de Portugal como nos corredores da política. É assim o mundo. Mas, ao que parece, também imitamos outros velhos hábitos. Por exemplo, veja-se o caso de um juiz cuja casa foi assaltada – os meliantes deixaram uma arma junto a foto do filho, como ameaça. A sua mulher também foi alvo de uma tentativa de atropelamento. Como em outros casos, a realidade tenta sempre imitar a ficção. Mesmo que seja na Bolívia.

[Da coluna do Correio da Manhã.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Venezuela.

por FJV, em 24.11.08

 

Amanhece em Caracas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Manobras na Casa Branca.

por FJV, em 23.11.08

«Están llegando los barcos rusos. Nos estamos preparando para recibir al presidente (Dimitri) Medvedev», declaró Chávez, tras votar en las elecciones.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Avaliação negativa.

por FJV, em 23.11.08

Pois, estando na oposição é sempre mais fácil; a passagem de José Sá Fernandes para o «bloco do poder» só gera problemas. Não é possível, de facto, manter a autoridade de quem nunca se engana. A menos que o «sistema de avaliação» de vereadores mereça contestação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bloom. A sabedoria.

por FJV, em 23.11.08

 

Agora já disponível nas nossas livrarias (Relógio d'Água), este livro a reter. Há 3 anos escrevi: «Os que se irritaram com a torrente devastadora de Genius (e que se tinham sentido naturalmente excluídos de O Cânone Ocidental), não compreenderão o apelo presente neste Onde Encontrar a Sabedoria: o de uma busca do esplendor que não significa conforto nem tranquilidade, explicando que a sabedoria (ou a literatura sapiencial, termo mais de acordo com Bloom) não vive sem esse laço a prendê-lo ao esforço intelectual e à contenção que nos mostra os limites.»

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nova contratação para o FC Porto.

por FJV, em 23.11.08

Emir Kusturica é o novo número dez do F.C. Porto.Concerto da No Smoking Orchestra em Gaia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sereias do Mindelo, preparai-vos!

por FJV, em 20.11.08

Não esqueçam: correi para o lançamento do livro de Manuel Jorge Marmelo, As Sereias do Mindelo (edição Quetzal), hoje às 17h00, na Bertrand da R. Júlio Dinis, do Porto. Falará o autor, falará Valter Hugo Mãe.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Contribuição poética para o estudo das indignações contra M. F. L.

por FJV, em 19.11.08

«Pois não era mais humano
morrer por um bocadinho,
de vez em quando,
e recomeçar depois,
achando tudo mais novo?

Ah! se eu pudesse suicidar-me por seis meses,
morrer em cima de um divã
com a cabeça sobre uma almofada,
confiante e sereno por saber
que tu velavas, meu amor do Norte.»
José Gomes Ferreira, extracto do poema «Viver sempre também cansa»

 

[Contribuição do meu amigo J.S., com sublinhados meus]

Autoria e outros dados (tags, etc)

McShade

por FJV, em 19.11.08

Dennis McShade evocado pelo Pedro Vieira em baixa resolução.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vigilantes de colégio interno.

por FJV, em 19.11.08

Ah, país de moralistas e de vigilantes! Claro que fez jeito «a gaffe de Manuela Ferreira Leite». Na verdade, de outra maneira não poderíamos ouvir de novo Alberto Martins com aquela voz de surda indignação e inequívoca superioridade moral (a mesma que o levou a manter-se surdo e mudo a propósito do caso DREN/Charrua, por exemplo – para provar que democracia é só palavreado), a criticar a falta de cultura cívica? Às 15h40 de ontem, o relato do Jornal de Negócios dizia que toda a sala se tinha rido e que se tratava de ironia. Mas – ah! – não se pode ironizar sobre coisas sérias. As coisas sérias devem deixar-se para as pessoas demasiado sérias.

Sim, dá-lhes jeito, como vigilantes de colégio interno, «a gaffe de Manuela Ferreira Leite». Mas não passa disso mesmo: gente com queda para o pequeno escândalo, levantando a virtuosa batina com a pontinha dos dedos, enquanto dão saltinhos junto dos charcos: «Já te molhaste! Já te molhaste!»

 

P.S.- Claro que há outra imagem para esta onda de escandalizados, e que vai do toque florentino à divisão Panzer: vamos aproveitar o deslize enquanto não nos apanham nos nossos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Questões gerais.

por FJV, em 19.11.08

A ler o post de Tomás Vasques.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Abraços a Chávez.

por FJV, em 19.11.08

A vida é como é e nada impede o governo português de negociar com a Venezuela; preferia era que o meu governo não andasse aos abraços com o arrivista de Caracas, o homem que ameaça e chantageia os venezuelanos durante a campanha eleitoral que termina esta semana. Chávez ameaça as regiões “rebeldes” com tanques e cortes de verbas, usando dinheiros públicos para promover os seus candidatos, para não repetir os resultados desfavoráveis do referendo com que pretendia ser nomeado ditador. Uma das novidades, desta vez, foi a promessa de prender pessoalmente os opositores e de incendiar as câmaras da oposição. Se é preciso petróleo venezuelano, pois que se compre – e que Sócrates se reúna com Chávez. Mas, repito, evitem as cenas de abraços amorosos e cúmplices diante das televisões.

[Da coluna do Correio da Manhã.]

 

P.S. Já imagino o discurso de Alberto Martins sobre a falta de cultura cívica...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ovos sobre a política.

por FJV, em 19.11.08

Acho que não se devem atirar ovos à Ministra da Educação. Acho um comportamento impróprio, como também achei que era abjecto andar a mostrar o rabo a Manuela Ferreira Leite quando esta era Ministra da Educação. Grande parte da esquerda, “rebelde à força” ou por profissão, defende que se devem atirar ovos quando os políticos são de direita; mas defende o respeitinho quando se trata de governantes de esquerda. Penso nisso quando me lembro de políticos que defenderam as ofensas (eram “criativas e revolucionárias”...) a Ferreira Leite ou que atravessavam, sem pagar, a ponte sobre o Tejo. Hoje, vejo-os no outro lado, mostrando um imenso tédio diante da chuva de ovos de Fafe. Os tempos mudam, as pessoas também. Eis por que razão se deve ter tento na língua e cuidado nos actos.

[Da coluna do Correio da Manhã.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

O amor, 1.

por FJV, em 14.11.08

 

«Se há um amor feminino, é um amor adulto, total, absoluto. Se há um amor masculino, ele enrola-se na posse. É um amor igual ao que as mulheres têm por um par de sapatos novos.»

Filipe Nunes Vicente, Amor e Ódio. Quetzal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Comissão Europeia: «Uma nova era para os pepinos curvos e as cenouras nodosas.»

por FJV, em 13.11.08

É um documento notável e maravilhoso. De acordo com uma directiva da Comissão Europeia, espécies hortícolas e frutícolas, como damascos, espargos, beringelas, feijões, couve-de-bruxelas, cenouras, couve-flor, cerejas, pepinos, alhos, repolhos, melões, cebolas, ou espinafres poderão passar, finalmente, ser vendidos em formatos ‘deformados’. Já outras espécies, malévolas, irregulares e desobedientes, como maçãs, kiwis, alfaces, pêssegos, morangos e tomates terão de se apresentar com os tamanhos que a comissão define no gabinete. Segundo a comissária da agricultura (a sério), é “uma nova era para os pepinos curvos e as cenouras nodosas”. Os nossos quintais rejubilam, eufóricos, ao verem que Bruxelas continua a meter os legumes na ordem. E os cidadãos festejam por não lhes alterarem o calibre dos tomates.

 

 

Chamo ainda a atenção para esta notícia: «O Banco Alimentar de Luta contra a Fome esteve impedido este ano de distribuir frutas e legumes a quem recorre aos seus serviços para poder comer porque não está autorizado a distribuir frutas e legumes que não cumpram os parâmetros de tamanho e cor impostos pela União Europeia.»

 

 

Adenda: o boneco do Pedro «Irmão Lúcia» Vieira:

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ouro Preto, 1.

por FJV, em 11.11.08

Em Ouro Preto, o coração do barroco luso-brasileiro (Minas Gerais), acabou ontem o Fórum das Letras, que rivaliza com o mais popular Festival de Paraty. O tema é “a literatura e o mistério” – não há relação mais simples nem mais óbvia. No cenário onde viveram poetas e músicos de eleição que os portugueses desconhecem (como Cláudio Manuel da Costa ou Tomás Gonzaga, mas também Elisabeth Bishop), o tema lembra muito o facto de “a literatura de agora” se limitar a tratar das paixões evidentes – o sexo, o poder e a desilusão. No meio do sofrimento e da busca da felicidade, a literatura serve também para providenciar conforto e perturbação a quem quer ver mais longe do que o mundo imediato promete. A isso chamamos, salvo erro, mistério. E é por isso que a literatura existe.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

O cantinho do hooligan. A Batalha de Alvalade.

por FJV, em 10.11.08

Só às seis e um quarto da manhã, em pleno aeroporto, soube do resultado. Regressar à pátria e pronto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Anjos caídos, um excerto.

por FJV, em 06.11.08

 

Anjos Caídos, de Harold Bloom (Editora Objetiva): «Alteridade é a essência dos anjos; mas também é nossa essência. Isso não significa que os anjos sejam nossa alteridade ou que nós sejamos a deles. Antes, eles manifestam uma alteridade ou uma possível semelhança com a nossa, nem melhor nem pior, mas apenas graduada em escala diferente. O Museu do Vaticano coleciona anjos; nisso, estão juntos devoção e interesse próprio. O que o Vaticano e também a Religião Americana não aceitariam é minha crescente convicção de que todos os anjos, agora, são necessariamente anjos caídos, da perspectiva do humano, que é a perspectiva shakespeariana.

Todo anjo é aterrorizante, escreveu Rilke, que não tinha enfrentado uma tela de cinema na qual John Travolta brincava como um anjo. O que pode significar afirmar que, ainda assim, não é possível uma distinção entre anjos não-caídos e caídos? Nós somos Adão (ou Adão e Eva, se preferem) caído, mas já não somos caídos no sentido agostiniano ou cristão tradicional. Como Kafka profetizou, nosso único pecado autêntico é a impaciência: é por isso que nos estamos a esquecer de ler. A impaciência é cada vez mais uma obsessão visual; queremos ver uma coisa instantaneamente e depois esquecê-la. Leitura profunda não é assim; leitura exige paciência e memória. Uma cultura visual não consegue distinguir entre anjos caídos e não-caídos, uma vez que não podemos ver nenhum dos dois e estamos a esquecer de como nos ler a nós mesmos, o que significa que podemos ver imagens de outros, mas não podemos realmente enxergar os outros nem a nós mesmos.»

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

O cantinho do hooligan. A Batalha de Kiev.

por FJV, em 05.11.08

 

Tira a camisola, Lucho, tira. A azelhice continua, mas ganhámos a Batalha de Kiev depois de perdermos a batalha Naval. Podes tirar a camisola, Lucho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Crichton.

por FJV, em 05.11.08

Vou dizer-vos uma coisa: eu gostava das histórias de Crichton, que morreu hoje.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Sei.

por FJV, em 05.11.08

Ah, queriam que eu comentasse a eleição de Obama. Sei. É bom, foi bom. Mas a história não acaba aqui; começa aqui, e Obama não é apenas um símbolo. É um presidente concreto; provavelmente, uma das coisas mais concretas que teve nos últimos tempos. Repito o que escrevi há um ano: «Estão a terminar anos de suplício para a consciência liberal; o fim desse período concluir-se-á com o adeus ao consulado de George W. Bush nos EUA.»

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Memória descritiva.

por FJV, em 05.11.08

 

A capa da Playboy deste mês (chegou ontem às bancas) é Claudia Ohana. O mesmo Joaquim Ferreira dos Santos esclarece, e reparem se isto não é literatura, a propósito do ensaio fotográfico que há 23 anos imortalizou a actriz como «uma versão púbica da Mata Atlântica»: «Nas laterais ela traz estilo pouco mais desbastado pelas queimadas, essa praga brasileira, mas ainda assim o arvoredo cresce pujante ao centro, subindo farto até quase a linha do umbigo, num equilíbrio ecológico que o Ministério do Meio Ambiente aprovaria.»

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ah, estou muito confusa.

por FJV, em 05.11.08

Chego ao Rio (com chuvinha e garoa, descansem, invejosos...) e descubro pela coluna do Joaquim Ferreira dos Santos (que acaba de publicar uma biografia de Leila Diniz!), no O Globo, que Maria de Medeiros está a fazer furor como cantora. Seja. Agora reparem: «Maria disse que as novelas brasileiras influenciaram até as relações entre os casais de Lisboa: "Agora, quando a portuguesa briga com o namorado, ela coloca a mão na cabeça e diz 'ah, estou muito confusa'."» Sabiam que isto era das novelas?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Um certo olhar. Antena 2 aos domingos.

por FJV, em 02.11.08

Aos domingos, na Antena 2, às 10h00, estou com Luísa Schmidt, Carla Hilário Quevedo e Luís Caetano. Os temas da semana. Este domingo, as eleições americanas, a campanha «ateísta» em Londres, os negros em Portugal, a sátira «religiosa» dos Gato Fedorento ao computador Magalhães. E por aí.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O cantinho do hooligan. Batalha Naval.

por FJV, em 02.11.08

 

Estamos contigo, Jesualdo, estamos contigo. Agora podes ir embora.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever feeds