Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O mito.

por FJV, em 01.09.08

A ler: o artigo de Francisco Seixas da Costa, no Estado de São Paulo, desfazendo o mito do nepotismo brasileiro como herdeiro do «nepotismo de Pêro Vaz de Caminha»:

 

« O pedido de Caminha, que se tornou num bordão referencial da ética pública brasileira, mesmo de quantos se não deram ao trabalho de ler o texto da Carta, passou a representar o exemplo tipificado de nepotismo, não obstante incontáveis contribuições posteriores terem ajudado a recortar, com bem maior sofisticação, essa histórica prática – e não apenas no Brasil, é claro. Para alguns, porém, a frase de Caminha permaneceu como um ferrete que terá marcado, por uma misteriosa eternidade, o DNA brasileiro, transformando-se numa herança ético-administrativa de raiz pecaminosa. Ela reemerge sempre como pernicioso ranço luso, nas horas em que a retórica de alguns oradores já esgotou os clássicos bebidos no “Reader’s Digest”»

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds