Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ah, era isso. Uma baixaria.

por FJV, em 13.04.08
Afinal, aquilo que o deputado Agostinho Branquinho não disse, disse-o agora Rui Gomes da Silva, que desautorizou o deputado. Ou seja, se o motivo indicado para a indignação do PSD não eram os invocados, então presume-se que não se pode confiar na clareza das suas denúncias. Não, o PSD não estava contra a contratação de Fernanda Câncio pelos motivos que Branquinho indicava; o PSD, por detrás daquela candura, temendo pelos dinheiros públicos, estava, afinal, incomodado porque a jornalista tem «um relacionamento com o primeiro-ministro». Então, os argumentos de Gomes da Silva são ainda mais soezes do que os suspeitados. Trata-se, como escrevi, de uma baixaria. Fernanda Câncio é mil vezes melhor como jornalista do que Gomes da Silva como político.

Adenda: Ver crónica de Ferreira Fernandes no DN.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Convém lembrar.

por FJV, em 13.04.08
Convém lembrar, de resto, caro Pedro, que menos de um mês depois do 27 de Maio em Angola, Luanda recebia a visita de uma delegação do PCP e, uns dias depois, outra do PS -- ambas para manifestar solidariedade com Agostinho Neto. Um juiz angolano calcula em mais de 60 000 mortos os massacres e fuzilamentos que se seguiram ao 27 de Maio, embora ninguém tenha dado por isso na altura, à excepção do então semanário O Jornal (artigo de Ferreira Fernandes) e de Natália Correia no Parlamento (que se referia ao Gulag angolano).
Curioso é que, em vésperas de processo eleitoral, estejamos a assistir em Angola a processos de intimidação nem por isso subtis. No caso de Jerónimo de Sousa, que acha que promoveu uma marcha pela Liberdade em Portugal, Angola é um paraíso...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ataque frontal.

por FJV, em 13.04.08
O Snob invadido pela ASAE.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds