Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O porta-voz.

por FJV, em 13.03.08
O porta-voz do PS, Vitalino Canas, descobriu um princípio que,  a ser seguido por todos os portugueses, aumentaria a nossa auto-estima até níveis de grande esplendor. Cito da imprensa as suas doutas palavras: “Quando se fazem balanços é, certamente, para realçar aquilo que se fez bem. E, foram tantas as coisas que fizemos bem, que não temos de perder tempo com o que fizermos mal.” Vitalino Canas, que há tempos se declarou uma espécie de George Smiley, o personagem silencioso, discreto e amargurado de John Le Carré, vai chegar longe na vida e há-de registar êxito atrás de êxito, até não caber mais em si. É certo que o seu papel é precisamente esse: o de anunciar a salvação do mundo e as boas notícias para os socialistas – e o de reduzir as críticas à dimensão mínima. Tão bem cumpre o seu papel que a sua credibilidade está reduzida a quase nada – ele diz uma coisa, seja sobre o que for, e ninguém acredita. Esse é o motor do seu sucesso. John Le Carré ia adorar.
[Da coluna do Correio da Manhã.]

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds