Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Lavagante Excelentíssimo.

por MAV, em 28.02.08

 

Se porventura fosse necessário lembrar (e talvez o seja às gerações mais novas) que José Cardoso Pires foi um dos maiores prosadores portugueses do século XX, a publicação de Lavagante (pelas Edições Nelson de Matos) seria um excelente pretexto.

Desde as primeiras linhas desta novela curta, escrita provavelmente entre 1963 e 1968, sente-se o estilo inigualável de Cardoso Pires, o desenho rigoroso das personagens (aqui, uma fabulosa Cecília), o levantamento de ambientes e situações que de modo tão intenso marcaram toda a ficção do autor.


Lavagante (retrato dos tempos do Estado novo) fica, para já, como o primeiro grande acontecimento editorial de 2008.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Canções fatais. Eddie Brickell and the New Bohemians: «Circle»

por FJV, em 28.02.08

Autoria e outros dados (tags, etc)

Povo.

por FJV, em 28.02.08
Imaginemos, por um momento, que Luís Filipe Menezes tem razão quando diz, paracitando John Wayne, que «está quase toda a gente contra mim excepto o povo». O que se há-de fazer com o povo?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma coisa por outra.

por FJV, em 28.02.08
Uma equipa de investigadores de uma universidade britânica está a deixar em pânico a indústria farmacêutica, nomeadamente os fabricantes de antidepressivos como o Prozac, o Seroxat ou os genéricos de fluoxetina, que em Portugal vendem cerca de seis milhões de embalagens por ano. O que dizem eles? Que os doentes “moderadamente deprimidos” não notam a diferença entre serem tratados com antidepressivos ou com placebos. O que é um placebo? Tudo. No caso, pode ser um comprimido de água, farinha e açúcar. O importante é que o doente pense que está a tomar um medicamento e que melhorará o seu estado de saúde. O género humano vive de substituições: um amor por outro, um gesto por outro, uma palavra por outra. O importante é que se acredite que a promessa de redenção e de felicidade se mantém, original e intacta. Imaginando que este estudo tem pernas para andar, iremos assistir a outra etapa: psicanalistas, psicólogos e terapeutas terão a vida mais difícil.
[Na coluna do Correio da Manhã.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pão, 2.

por FJV, em 28.02.08
O preço do pão pode aumentar 50%. Há uns anos faria muita diferença; mas o País que sobrevivia a pão e sardinha já não existe e hoje evita hidratos de carbono para não prejudicar a linha. Se no séc. XVIII Maria Antonieta recomendou ao povo que comesse brioches por não ter pão, hoje diria que comessem bolachinhas. De dieta.
[Na coluna do Correio da Manhã.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Da importância de Barry White em apenas 35 segundos.

por FJV, em 28.02.08


De como Barry White deve ser tido em conta nas questões mais importantes.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds