Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por FJV, em 23.10.07
||| Insultos nos blogs. Bloggers, comentadores e usurpadores.
Notícia no El Pais:
«Insultos, comentarios ofensivos o incluso publicidad engañosa. Mensajes que buscan intencionadamente provocar la reacción del autor del blog o de los otros comentaristas. Son los llamados troll, y buscan desde divertirse hasta molestar al blogger o desviar la discusión que se está manteniendo. El mundo blog, el universo que ha permitido a millones de personas compartir opiniones, aportar datos o explicar sus vivencias personales, empieza a mostrar su lado más vulnerable. Los casos de juicios por injurias, acoso, problemas empresariales aireados, empiezan a proliferar. Y la impunidad de la que se ha gozado hasta ahora empieza a resquebrajarse.»
A reportagem merece e deve ser lida. Os bloggers serão, a curto prazo, os responsáveis pelo teor dos comentários afixados. Por outro lado, o insulto passa a ter um preço.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

...

por FJV, em 23.10.07
||| Urbanidade e sensibilidade, nada mais.
Não conheço os «contornos» de toda esta história. Mas, em vez de termos notícias, todos os dias, acerca das idas e vindas de uma professora vítima de cancro, o Ministério da Educação, mais o da Segurança Social ou o da Saúde, já podiam ter arranjado tempo para demonstrar um pouco de urbanidade e de sensibilidade. Há coisas que não deviam depender de regularidades processuais e de fichas mais preenchidas. Governar não é apenas administrar fichas e processos; é também tomar decisões, interessar-se e manifestar opinião. Ou há coisas mal contadas ou a história é imoral.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 23.10.07
||| O cantinho do hooligan. E nós que estávamos preocupados.
Agora sim, muita coisa se explica. Eu, que até estava preocupado e me preparava para apoiar a rapaziada no jogo contra o Celtic, volto atrás rapidamente. Adeus patriotismo. Eles estão ricos.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 23.10.07
||| Ilegalidade.
O que se passa com a Farmácia de Santa Catarina, no Porto? Uma história incomum.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 23.10.07
|||O Tratado é complicado de mais.
De novo, excelente crónica de Manuel António Pina no JN de hoje:
«Dir-me-ão que Sócrates, na campanha de 2005, nos garantiu que haveria, que repetiu o mesmo já este ano (como que por acaso no dia 25 de Abril), que CDS, PCP, BE e o presidente da República o disseram também, que o PSD ainda há um mês o dizia. Só que, depois destes anos todos, já sabemos quando os políticos mentem: é quando estão a mexer os lábios. Não gastaria, por isso, cera com tal defunto não fosse o argumento de Vital Moreira, porta-voz oficioso do Governo, contra o referendo: o Tratado é complicado de mais para a mente simples do "cidadão comum", se o "cidadão comum" tentar lê-lo não passa da segunda página. Acha Vital Moreira que os "cidadãos incomuns" que se sentam na AR lerão o Tratado de fio e pavio e só o votarão depois de o compreenderem. Ora só quem não conhece o espírito crítico e a independência e craveira intelectuais que vão pela AR é que não lhe dará razão.»

[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 23.10.07
||| Caros senhores do Jornal da Região.
Caros Senhores: por motivos que não vêm ao caso, interesso-me apenas moderadamente pelo que se passa no meu concelho. A minha freguesia tem limites muito flutuantes e não passa de um polígono cujos vértices são as escolas onde andam os meus filhos, a minha mercearia preferida, a tabacaria mesmo defronte de casa, a estação dos comboios e, com algum esforço, o paredão junto da praia que frequento quando me apetece. Reconheço que há mais coisas, como a Pastelaria Garrett, o Cruzeiro, a loja de flores, a livraria (que é mazinha) e o restaurante brasileiro do Sr. Toninho, que faz um mocotó supimpa. Compro a imprensa, regularmente, na tabacaria do Sr. Artur. Ora, de cada vez que abro a caixa do correio, vejo vários exemplares do vosso jornal com informações muito precisas e, provavelmente, correctas, sobre o que se passa no meu concelho. Acontece que eu não estou muito interessado no assunto. Devia, se quisesse ser bom cidadão, mas não estou. A caixa de correio, que é minha, serve-me para receber encomendas da Amazon, facturas da EDP, das Águas de Cascais, correspondência do banco e, eventualmente, cartas. Em tempos afixei lá um autocolante generosamente fornecido pelo meu amigo Rui, que pedia o favor de não meter lá publicidade indesejada. Uns dias depois, o autocolante tinha sido rasgado e havia três-exemplares-três do Jornal da Região. Ora, o Jornal da Região, sinceramente, não me interessa. Nada de pessoal; reconheço o vosso esforço jornalístico, prezo a vossa deontologia e o vosso sentido de oportunidade (esta semana tem uma peça sobre Nuno Eiró e Vanessa Oliveira e o anúncio de uma Marcha pela Saúde). Mas acontece que eu compro bastantes jornais e revistas para consumo próprio; é coisa que me basta. Lamento informar-vos, aliás, que os dois exemplares do vosso jornal, tão diligentemente colocados na caixa do correio, vão inevitavelmente parar ao lixo (sim, ok, para reciclar). Quando vou à mercearia ou ao talho há lá bastantes exemplares e calha de vez em quando ler isto ou aquilo; mas isso basta-me. Peço-lhes, portanto, o favor de não me entregarem mais exemplares do vosso jornal na caixa de correio de casa. Sou um mau munícipe. Sou um munícipe indelicado que não se interessa pela carreira do Carcavelos (que acaba de ganhar ao Talaíde) ou do voleibol do Nacional de Ginástica da Parede (quando muito, sigo o rugby do Cascais). Hoje tinha três exemplares do Jornal da Região, três cartas com facturas, um folheto de publicidade de um astrólogo ou argonauta ou marciano (confundo-os bastante), dois folhetos de ginásios, e outras coisas inconfessáveis. Mas três exemplares são demais. Um é demais. Agradeço a atenção, mas dispenso.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 23.10.07
||| Educação Artística.
Atenção ao Educação Artística Forum, animado pelo Carlos Araújo Alves. Objectivo: promover um debate público e aberto sobre os rumos da Educação Artística em Portugal. O link é este e para participar é necessária uma inscrição, coisa de meio minuto.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds