Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por FJV, em 27.09.07
||| José Mourinho reloaded.
«Não tenho a menor dúvida de que não há, na língua portuguesa, quem me chegue aos calcanhares.
E nada disto tem a ver com vaidade porque, como sabe, sou modesto e humilde.»
António Lobo Antunes, entrevista à Visão.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 27.09.07
||| O cantinho do hooligan. Posta restante.
Agradeço os mails e sms de amigos dedicados, todos eles peregrinos a Fátima. Já passou. Mas o essencial continua.

De resto, uma vergonha nunca vem só. Jesualdo amarga o arrependimento; Duarte Gomes também -- é um herói; até Camacho riu no banco.

O Jorge acha que se isto foi assim por termos sido eliminados da Taça da Liga, então se perdermos o campeonato vai ser muito pior. Não. Perder o campeonato não é um escândalo; podemos perder o campeonato para o Sporting, para o Marítimo ou até para o Braga; são equipas que jogam bem e que estão na corrida em trinta jornadas. Alguém tem de perder e alguém tem de ganhar; um dos motivos por que as reacções clubísticas são tão despropositadas entre nós tem a ver com a «obrigação de ganhar» tudo. Não há tal obrigação. Alguém tem de ficar em segundo, em terceiro e em quarto. O problema é perder porque se é displicente, distraído, porque a equipa se transforma num bando de avestruzes coxas. Quero lá saber da Taça da Liga. E, se não ganharmos o campeonato, é porque alguém jogou melhor do que nós. O que não é admissível é que uma equipa se porte como um bando de repolhos.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 27.09.07
||| Pela calada da noite.












O Cemitério Judaico de Lisboa foi invadido por um grupo de imbecis que deixaram suásticas nazis em 20 lápides.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 27.09.07
||| Momentos televisivos. Versão dois.
Santana Lopes fez bem em abandonar o estúdio da SIC. Na realidade, teve coragem. Além de ter sido uma lição, foi também uma jogada bem executada e que nos pôs (a quase todos) a elogiá-lo desta maneira.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 27.09.07
||| Momentos televisivos. Versão um.
Liga-se a televisão e é isto. Está uma pessoa à espera que transmitam as imagens da chegada de José Mourinho à Pátria, e está um cavalheiro no ecrã, pausadamente, a reflectir sobre as eleições no PSD. Não há paciência.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 27.09.07

||| Liberdade e libertinagem.
O essencial do artigo de Marinho e Pinto (Público de ontem) sobre o tratamento do «caso Maddie» (referido por Vital Moreira) na imprensa está correcto. Discordo totalmente do apelo «ao combate contra a libertinagem de imprensa». Talvez seja matéria linguística apenas, mas o que é «apenas» matéria linguística há-de acabar por ser também matéria de facto. Há uns tempos, o Prof. Freitas do Amaral mostrou o que era a «libertinagem» a propósito do caso das «caricaturas do Profeta»; ou seja, indicou o caminho para os fariseus (outra questão linguística). Quando se condena «a libertinagem» para se defender «a liberdade» estamos no limite de um labirinto e de um perigo real. O livro de Ian Buruma sobre Theo Van Gogh «e os limites da tolerância» mostra uma parte do problema; Van Gogh seria apedrejado em Coimbra ou impedido de ir à televisão e à rádio. O problema do caso Maddie não é o da «libertinagem» da imprensa – mas o do horror à investigação, ao jornalismo e à verdade; e, naturalmente, o triunfo das teorias da conspiração, da desinformação policial, da maldade e do machismo lusitano. Isso combate-se. A libertinagem só se combate colocando a liberdade em perigo.

[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds