Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por FJV, em 20.09.07
||| O cantinho do hooligan. Mourinho.
Confirma-se a previsão: o Chelsea despede-o, ele fica milionário e vai treinar outro clube. That's business.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 20.09.07
||| Notas de depois do jogo.


1. O Tiago Mendes, ainda a propósito deste post, escreve por mail:
«Não muda muito a cosia, mas creio que foram 6 ensaios em 18 minutos. Tenho quase a certeza de ter visto o numero 18 num comentário na imprensa ao jogo e, se pensarmos sem qualquer informação, tendo em conta o tempo de conversão da penalidade, mais o reatar do jogo, perda/segurar da bola, mais o ataque e o ensaio dificilmente possibilitariam uma média por ensaio de pouco mais de 1 minuto - mesmo no caso de um verdadeiro "massacre".»
2. Sim, vi o jogo. Achei bem o comentário do Tiago. Reservo-me para o jogo com a Roménia. Ainda em fase de gripe, a única frase que pude pronunciar, ao ver os italianos a levantar a crista, foi: «Dá-lhe, Vasco, dá-lhe!» Temi uma recaída.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

...

por FJV, em 20.09.07
||| Verdadeiros leões à solta (Portugal-Itália). A crónica de João Fragoso Mendes.


Os Lobos (ou os leões?) mostraram ontem em Paris que estão no mundial por direito próprio. Uma exibição notável contra a Itália, com uma estratégia bem montada, uma vontade indomável e uma defesa a placar tudo o que mexia, quase proporcionaram uma enorme surpresa. Os dois ensaios dos últimos dez minutos desequilibraram um resultado até então muito apertado (19-5) para uma equipa com pretensões como a italiana. Os 31-5 finais são bem diferentes dos 80 pontos sofridos na fase de qualificação. A equipa portuguesa esteve enorme e confundiu por completo o adversário. João e Vasco Uva, David Penalva, José Pinto, Duarte Cardoso Pinto, João Correia e Diogo Mateus estiveram “enormes” num todo que esteve muito acima das expectativas. Agora, venha a Roménia. Pelo que se viu na terça-feira contra a Escócia, o seu râguebi físico (já bem nosso conhecido) pode ser contrariado com imaginação. O último encontro dos Lobos no Mundial, no dia 25 em Toulouse, será, fundamentalmente, um jogo de ambição, inteligência e de coragem. Será difícil – muito difícil – vencer mas não é impossível. Espero, nesse dia voltar a ficar sem fôlego só de ver aqueles bravos. Foi muito bonito. Para eles e para o Râguebi Português.

[João Fragoso Mendes é jornalista, antigo praticante (na equipa de Direito), animador do Lisboa Sevens, autor do livro 50 Anos de Rugby e ex-director da Rugby Revista; comenta neste blog os jogos do Mundial de rugby; as suas crónicas diárias podem ser lidas no Correio da Manhã.]
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 20.09.07
||| Coisas para fazer.
Hoje, lançamento de Canário, de Rodrigo Guedes de Carvalho, na Casa Fernando Pessoa, às 21h30.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 20.09.07
||| A grande vantagem.
Sair de uma grande gripe tem as suas enormíssimas vantagens: primeiro, começamos por poder respirar; depois, reparamos que toda a gente respira e já não achamos aquela graça. Mas voltamos à vida. Não é mau. Há sol.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds