Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por FJV, em 22.05.07
||| Travelling Journal.



























































Quando posso, venho aqui e lembro-me das viagens, dos cadernos, das viagens que se planeiam, das estradas que passam pelo meio das nuvens.
Imagens de Raquel Costa (1, 2 e 10), Cristina Nunes da Cunha (3), Cátia Mourão (4 e 5), Andrea Martins (6), Alice (7 e 8), João Luc (9), Odyseo (11), Stefano (12).
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 22.05.07
||| Proibir.
Já dei a minha opinião sobre a legislação anti-tabaco. Mas é sempre reconfortante saber que, em matéria de proibicionismo, somos os mais aplicados da Europa. Nada como uma boa proibição para levantar a moral da Pátria.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 22.05.07
||| Reinventar a esquerda.









Jacques Julliard no Nouvel Observateur: «No grande combate entre o capitalismo e o socialismo, concluído em 1989 com a queda do segundo, o único verdadeiro vencedor foi o mercado, quer dizer, a regulação da economia pela lei da oferta e da procura. É por nunca ter querido levar a cabo uma crítica rigorosa do estalinismo e da economia socialista que a esquerda se encontra hoje num impasse. Ela flutua entre dois sistemas, um de que já não ousa reclamar-se, outro que não tem coragem de adoptar. (...) O socialismo de amanhã será um socialismo de mercado. Ele deverá, portanto, preocupar-se com a produção da riqueza tanto como com a sua distribuição. (...) Uma economia social de mercado - eis, para a esquerda, o único caminho com futuro.»
[MAV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 22.05.07
||| Duas boas notícias.







1. Está confirmado: arrancam lá para Outubro as Edições Nelson de Matos. Espera-se, claro está, o melhor - e saúda-se uma nova editora independente nestes tempos de perigosa concentração editorial.
2. Francisco José Viegas soma e segue: Longe de Manaus vai agora ser traduzido na República Checa e publicado pela editora Garamond, de Praga.
[MAV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

...

por FJV, em 22.05.07
||| Uma no cravo. Outra, não se sabe.
O presidente da Associação de Professores de Português diz que as provas de aferição do 4.º e 6.º ano que hoje se realizam «não têm como objectivo único avaliar os alunos mas sim avaliar também os próprios professores». Não me parece mal; avaliando desempenho dos alunos, claro que está em causa, também, o desempenho dos professores e das escolas. Evidentemente que Paulo Feytor Pinto «critica ainda o facto de a oralidade ficar de fora da prova de Português», mas esse é o velho debate entre linguística e literatura, que agora não vem ao caso.

Mas há uma coisa «que vem ao caso»: se as provas de aferição não são tidas em conta para a avaliação, que importância têm elas para os alunos e para o trabalho (e empenhamento e valorização) dos professores? E se os resultados não são divulgados em tempo, para que servem realmente estas provas?
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 22.05.07
||| O cantinho do hooligan. Silly season.
1. Esta manhã, na rádio, um cavalheiro que se faz passar por presidente do Benfica falava da necessidade de «irradiar» uma série de gente. O caso, se me permitem, é o seguinte: depois do campeonato, começou a silly season.

2. No Mar Salgado, Pedro Caeiro põe o dedo na ferida ao referir as apostas da imprensa sobre o campeonato. Claro que o Record bate todos os recordes com o antetítulo, na primeira página «Arrancada para o título só depois do intervalo», ignorando que o FC Porto esteve sempre na dianteira no final de cada jogo (ou seja, que a arrancada para o título tinha sido há muitos meses). Na última página, aliás, eram visíveis o desconforto e o ressentimento, invocando as razões do costume para justificar a «vitória injusta» do FC Porto. Nisso, Jesualdo tem razão; houve má-fé na imprensa. O negócio que a imprensa desportiva não faria se o Benfica fosse o campeão: sete milhões a festejar nas ruas. Está claro que se compreende a expectativa do negócio, mas está definitivamente afastada a hipótese de se tratar de jornalismo. Já hoje, depois de uma «deriva portista» (nunca esquecerei o rectângulo a uma coluna e vinte linhas depois de o FC Porto ter passado aos quartos de final da Champions...), o Record volta às primeiras páginas tingidas de encarnado, anunciando que há dinheiro a rodos no Benfica e que a felicidade está aí à porta. É este o valor da tolerância: rir um pouco também faz parte.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 22.05.07
||| Respeitinho, 3.
«A responsável pela DREN, avisada por alguém (que achou por bem denunciar o caso, sabe-se lá porquê) achou que o comentário do professor era um insulto ao primeiro-ministro e resolveu suspendê-lo de funções e instaurar-lhe um processo disciplinar, com participação - creio - ao Ministério Público. O que apurará o processo não se sabe ainda, mas prevejo um grande debate sobre o que é e não é insulto e sobre os deveres dos funcionários públicos. A coisa promete. Como em muitas situações semelhantes, vamos ter mais anedotas sobre o assunto. Ele merece.» No JN.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds