Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por FJV, em 10.04.07
||| Ora aí está, 2. A verdade é uma coisa boa?
Pensando melhor, há questões que se devem colocar a propósito deste acórdão, a que se refere o post desta manhã, sobre a condenação em tribunal dos jornalistas do Público (eles deram notícia de um facto que, ficou provado, era verdadeiro; mas foram condenados ao pagamento de uma indemnização por se verificar que essa publicação é «susceptível de afectar o seu crédito ou a reputação do visado»).
Está em questão o interesse público e o domínio do privado. Simplesmente, não me parece que uma dívida ao Estado de 460 mil contos seja unicamente do domínio do privado. No entanto, sugiro que este acórdão seja bem lido e bem guardado para próximas ocorrências. Não sei se faz jurisprudência ou não (não sou jurista, nada disso). Mas imaginemos que, pelo menos, põe os conselheiros do STJ a discutir sobre interesse público. Imaginemos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 10.04.07
||| Luís Paixão Martins.





Para quem acha que o mundo das agências de comunicação é tenebroso ou tão tenebroso como isso, aqui está o blog de Luís Paixão Martins (sim, o responsável pelas campanhas de Sócrates e de Cavaco, entre outras). És bem-vindo, Luís.

P.S. - Pessoalmente, acho muito interessante o último post de dia 30 de Março. Bem decifrado, é uma boa notícia. Aliás, uma muito boa notícia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 10.04.07
||| Ora aí está.
Cheguei a esta notícia do Correio da Manhã através do Blasfémias. O essencial é isto: os jornalistas deram notícia de um facto que, ficou provado, era verdadeiro. Mas foram condenados.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 10.04.07
||| O cantinho do hooligan.










Ensaiando um pas de deux com o árbitro. É a luta pelo terceiro lugar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 06.04.07
||| Não reparem em nada. Johnny Cash.

The Big River, versão original de 1958. Em 1971 e em 1987 Cash regravou a canção, mas este som continua.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 06.04.07
||| Não reparem em nada. Mais Slade.

Continuem a não reparar em nada, mesmo. Coz I Luv U.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 06.04.07
||| Não reparem em nada. Slade.

Não reparem mesmo em nada: Slade e Cum On Feel the Noize.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 06.04.07
||| Não reparem em nada. Outra canção irlandesa. The Dubliners e The Pogues.

Aqui, Jack's Heroes, outra das clássicas das duas bandas, quando se juntaram. Fumos de Dublin.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 06.04.07
||| Não reparem em nada. Uma canção irlandesa. The Dubliners e The Pogues.

Irish Rover com The Dubliners e The Pogues, as vozes de Ronnie Drew e de Shane MacGowan. Vi-os em palco, juntos, em Dublin. A voz de Ronnie Drew é sempre uma explosão controlada; quem se recorda de The Auld Triangle, celebrando Brendan Behan?

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 06.04.07
||| Não reparem em nada. The Doors.

Nada a dizer sobre Light My Fire.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 06.04.07
||| Não reparem em nada. Van Morrison & John Lee Hooker.


Fantásticos como sempre, John Lee Hooker e Van Morrison. A cantar Gloria.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 06.04.07
||| Não reparem em nada. J J Cale.



Uma das minhas canções de sempre, Magnolia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 06.04.07
||| Não reparem em nada. Led Zeppelin.

Não tem imagem, é só música. Led Zeppelin, Stairway to Heaven.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 06.04.07
|||Não reparem em nada. Deep Purple.



Não reparem nos cabelos, no olhar esgazeado daquele casal no meio das cadeiras, nas pulseiras do teclista, em nada. É Deep Purple, Smoke on the Water.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 06.04.07
||| Playlist.
É minha a playlist desta semana na TSF, entre as 13h00 e as 14h00. Dedicação e esforço recompensados, porque escolhi as minhas canções de há quase trinta anos. Led Zeppelin (claro, «Stairway to Heaven»), Deep Purple («Smoke on the Water»), Slade («Cum On Feel the Noize» e «Coz I Lov U»), J J Cale («Magnolia»), Van Morrison («Gloria»), John Lee Hooker («Don't Look Back», com Van Morrison), Spencer Davis («Keep on Running»), Credence Clearwater Revival («Bad Moon Rising», a única canção que sabíamos de cor antes de saber inglês, e naturalmente «Have You Ever Seen the Rain?», além de The Temptations, Bob Dylan, The Pogues, Johnny Cash e outras manigâncias. Recordando os 14 anos, ainda pensei em Uriah Heep («Easy Livin'»), mas talvez fosse excessivo. Queria ter escolhido Elizabeth Schwarzkopf a cantar Strauss mas não cabia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 05.04.07
||| Quint Buchholz.


































Comprei o livro de Quint Buchholz, El Libro de los Libros, há uns anos (1999) em Buenos Aires, com textos – entre outros – de George Steiner, Susan Sontag, Orhan Pamuk, Amos Oz, Ivan Klima, Milan Kundera, Javier Marías, Cees Nooteboom, W.G. Sebald, Antonio Tabucchi, Martin Walser ou Botho Strauss. Quando o abro, para ver as suas ilustrações, a imagem é esta: a melancolia da leitura. Vou publicá-las a pouco e pouco.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 05.04.07
||| A questão académica.
O que interessa saber no caso da licenciatura de José Sócrates? Se é licenciado em engenharia parece ser o menos. Agora, se mentiu num pormenor destes, já é outra coisa; porque um primeiro-ministro não pode fazê-lo, sob o risco de ficar para sempre desacreditado. Por isso, há uma questão particular envolvida, que Vicente Jorge Silva trata no seu artigo de hoje do DN.
No entanto, ó exageros de bondade lusitana, de tanto defenderem que «um curso superior não é necessário», alguns comentadores começam por dar um mau exemplo às gerações vindouras. Não é necessário um curso superior? Como não é necessário um curso superior? Uma coisa é ser tratado por Sr. Dr., Sr. Eng.º, o que for; outra, diferente, é a desvalorização do estudo propriamente dito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 05.04.07
||| Guarda, cidade de bibliófilos, 2.
A surpresa vem de onde menos se espera. Um post tão inocente, lembrando que é tão raro haver roubo de livros, suscitou mails sobre mails; uns, lembrando que já é difícil encontrar ladrões que roubem livros; quatro zangados comigo por brincar com a Guarda (eu, que sou natural do distrito...) – limitei-me a elogiar os ladrões locais (sim, onde é que os larápios de Odivelas roubam livros?); outros quatro, finalmente, dizendo que nãom percebem onde estava a piada. Finalmente, Eufrázio Filipe, meu companheiro de viagem para outro hemisfério (já lá vão alguns anos, claro), pedindo para que os ladrões partilhem os livros, pelo menos. Eu creio, meu caro, que vão usá-los para proveito próprio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 05.04.07
||| Por outro lado.









Cartaz dos Gatos Fedorentos em Lisboa. Clicar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 05.04.07
||| Guarda, cidade de bibliófilos.
O Correio da Manhã dedicou apenas oito linhas à notícia, mas ela merecia bastante mais: uma casa, desabitada, foi assaltada; roubaram uma estante cheia de livros. Insisto: levaram mesmo os livros.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 02.04.07
||| Pessach. חג פסח שמח






Seder de Pessach, em 15 de Nissan.










Marranos (judeus secretos de Belmonte, Portugal) celebram a Páscoa judaica no sótão. Foto de Frédéric Brenner (1989), publicada no Rua da Judiaria.
E “Da Contenda Cristã, que Recentemente Teve Lugar em Lisboa, Capital de Portugal, Entre Cristãos e Cristãos-Novos ou Judeus, Por Causa do Deus Crucificado”, publicado na Alemanha, poucos meses depois do “progrom” de 1506 contra os judeus de Lisboa. A gravura do frontispício mostra os corpos mutilados e envoltos em chamas de dois judeus portugueses, dois irmãos, os primeiros a morrer num massacre que vitimou mais de 4 mil pessoas, durante a Páscoa judaica desse ano. Também publicado pelo Nuno Guerreiro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 02.04.07
||| O maior.
A Folha de São Paulo, para não ficar atrás, também promove um concurso sobre o maior brasileiro de todos os tempos. Há dez candidatos possíveis e um de brincadeira para votar. Mas sempre é outra lista.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 02.04.07
||| Prix du Roman policier européen.
Seis finalistas para o Prix du Roman Policier Européen de entre sessenta a concurso; o vencedor é John Harvey, com De Cendre et d'Os (Rivages/Thriller), um magnífico romance. Mas (ah, a vaidade não tem limites), entre os seis finalistas estava Un Ciel Trop Bleu:

«Que fait un mort pendant toute la journée? se demanda-t-il. Rien. Quasiment rien. Il se contente d'être mort, ou de mourir encore plus, de mourir profondément, d'être recherché par les vivants.» En 2005, Viegas, avec son premier roman, « Les deux eaux de la mer » (Albin Michel), frappait un grand coup dans l'univers du polar. Un style de haute volée et un univers qui le situe très près de celui de Manuel Vazquez Montalban et de son cultissime détective Pepe Carvalho. Comme Pepe, le héros de Viegas ne déteste pas la bonne chère mais est aussi un grand amateur de bons crus et un incomparable fumeur de cigares. Flanqué à nouveau du sous-inspecteur Filipe Castanheira - un autre sacré personnage ! -, Jaime Ramos va devoir décrypter une sale affaire de vengeance où un notable à Porto est assassiné et où l'on découvre qu'il n'était pas tout à fait un ange. Ce « Ciel trop bleu » est donc le deuxième volet d'une trilogie. Autant dire que des milliers d'aficionados attendent le troisième avec une certaine impatience.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 02.04.07
||| Saúde e Socialismo.
O comandante Chávez proibiu o álcool durante a temporada de Páscoa para evitar bebedeiras e descontrole rodoviário.

Adenda: bom, quando visitei a Islândia pela primeira vez também não se vendia álcool durante a semana. Mas à sexta-feira sentiam-se nuvens de whisky e cerveja por toda Reykjavík.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 02.04.07
||| Pessoanos mínimos.











Já decorrem os ateliers (para crianças até aos 9 anos) de leitura e escrita na Casa Fernando Pessoa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 02.04.07
||| Primavera.
Leio, numa crónica escrita por um director de jornal, que a Primavera o faz sentir «pletoricamente vivo». Não sei, não sei.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 02.04.07
||| Notas soltas.
Os estádios.

Uma série de patetas que foi ontem ao Estádio da Luz ver o Benfica-FC Porto foram detidos e são hoje apresentados a tribunal. Além de serem condenados a pagar os estragos causados, deviam também ser impedidos de ir aos estádios até data oportuna.

Os penáltis.
Em nenhum dos vídeos do Benfica-FC Porto pude ver a mão de Quaresma a tocar na bola. Mas a grandiosidade da fé manifesta-se nestes pequenos momentos, quando o adepto vê a mão de Quaresma a travar a bola. Melhor do que isso só quando o adepto nem precisa de ver a mão a tocar a bola; basta-lhe pensar que foi assim que aconteceu.

Campeão, campeão.
O título não engana. Para não ferir susceptibilidades benfiquistas, admiro o talento do comentador que hoje anunciou que o Sporting, caso ganhe ao Beira-Mar, se aproxima do 1.º lugar. Não do segundo lugar, de quem ficaria a três pontos – mas do primeiro, que ficaria a quatro.

O cérebro.
Não sei por que razão as televisões vão à saída dos estádios de futebol entrevistar cidadãos com o cérebro em estado gasoso. Pedir-lhes opiniões, parece. Todos os “clássicos” são um bom pretexto para os energúmenos aparecerem. E finais de época. São festejos sempre deslumbrantes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 02.04.07
|||Simplex na CP.









Imagine-se alguém munido de dois bilhetes Porto-Lisboa para o comboio Alfa. Com antecedência, antes da viagem, vai a Campanhã e pede para fazer uma mudança de reserva – em vez de 17h15, pede o das 16h15 e leva na mão os 8€ para a taxa de alteração. Tudo certo até aqui, mas a funcionária, muito simpática, alerta: «Mas não lhe garanto que os dois lugares sejam juntos. O sistema não nos permite escolher o lugar.» «Mas eles foram emitidos e estavam juntos.» «Mas quando há alteração de reserva, não pode escolher lugar.» «Eu não quero escolher lugar, quero que eles estejam juntos.» «Já tivemos problemas com pais separados dos filhos só porque fizeram alteração da reserva.» «Mas o comboio está cheio?» «Não.» No ecrã do computador, vejo a taxa de ocupação (menos de metade, ainda) e os lugares disponíveis. «E não me pode arranjar esses, o 42 e o 43?» «Não. O sistema não me permite.» «Mas ontem eu pude escolher o lugar, aí, nesse computador.» «Mas agora não pode.» «A CP está a punir-me por eu alterar a reserva, é? Eu pago os 8€.» «Mesmo assim.» E lá girou a tômbola. Simplex.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 02.04.07
||| O cantinho do hooligan.
Afinal, depois de uma semana em que o Benfica já era campeão, ontem regressou ao segundo lugar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 4/4




Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds