Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por FJV, em 24.04.07
||| Cabo Verde, de novo.










A propósito deste post sobre a presença judaica em Cabo Verde (e que me levou a ouvir, de novo, uma antiga gravação de Gardénia Benrós, ou Ben Rosh), o Urbano Bettencourt lembra, por mail, o nome do futebolista Henrique Ben David «que andou pelos relvados portugueses nos princípios da década de cinquenta» e que deixou boa memória nos Açores. Na verdade, Henrique Ben David nasceu no Mindelo, em São Vicente, em 1926; em consequência de uma lesão afastou-se do futebol e foi viver para os Açores, onde treinou o Santa Clara. Veio para Portugal com um contrato com a CUF mas foi no Atlético que jogou (estreou-se num jogo contra o Casa Pia; jogou pela primeira vez na I Divisão contra o Boavista, num jogo que o Atlético ganhou por 3-1, com dois golos do caboverdiano), e chegou à selecção, onde alinhou pela primeira vez contra a Inglaterra (derrota por 5-3, mas dois golos de Ben David). No total, jogou oito anos pelo Atlético e marcou 98 golos; com seis internacionalizações marcou quatro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 24.04.07
||| Pela boca morre o peixe.
Coisas que não se devem dizer:
«C'est sans doute un miracle (rires) ! En tout cas, c'est inespéré.»

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 24.04.07
||| Efemérides.
Saudosismo com vinte e cinco anos: o ZX.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 24.04.07
||| Pela boca morre o peixe, 5.












Mais um grupo de frases do livro de João Pombeiro, Pela Boca Morre o Peixe; para terminar:
«Tem esperanças de um dia passar a ser o número um [do PSD]
«Não! Nem pensar! Essa perspectiva está completamente fora do meu horizonte.»
«Por que o diz de forma tão determinada?»
«Porque não tenho qualquer tipo de dúvidas. Tenho noção das minhas qualidades e das minhas limitações.»
MARQUES MENDES, então líder parlamentar do PSD. VIP, 20 de Janeiro de 1999

«Quem anda na política não tem estados de alma. Somos como crianças: tudo o que nos dão temos de aceitar com gratidão.»
PAULO PORTAS, presidente do CDS-PP. Sábado , 04 de Fevereiro de 2005

«Cavaco precisava de ler mais, em tempo oportuno! Essas coisas também se aprendem em tempo oportuno.»
VÍTOR CONSTÂNCIO, antigo secretário-geral do PS. Expresso , 06 de Fevereiro de 1993

«Ser socialista não significa não ser malandro; também os há.»
ANTÓNIO GUTERRES, secretário-geral do PS. Diário de Notícias , 31 de Maio de 1995

«Às vezes fico com a sensação que o dr. Luís Filipe Menezes não é tão esperto como parece. Às vezes parece-me um pouco "burgesso"… Há os que parecem burgessos e não são e há os que não o parecem e são-no.»
ISALTINO MORAIS, presidente Câmara Municipal de Oeiras. O Diabo , 20 de Junho de 1995

«O BE vai ser o partido da alimentação. Queremos saber o que é que os portugueses andam a comer.»
LUÍS FAZENDA, deputado do Bloco de Esquerda. Tal & Qual , 15 de Outubro de 1999

«Têm-me chamado superministro, o que é inadequado do ponto de vista ambiental. A gasolina super acabou. Talvez seja mais apropriado chamarem-me ministro aditivado!»
JOAQUIM PINA MOURA, ministro da Economia e das Finanças. Diário de Notícias , 05 de Novembro de 1999

«Jerónimo de Sousa é uma máquina eleitoral. Simpático, popular e motivador. É o 'nosso' Clinton.»
LUÍS DELGADO, jornalista. Diário de Notícias , 06 de Outubro de 2005

«A política ou é séria e feita por homens de barba rija ou é uma grande mariquice.»
NUNO KRUS ABECASSIS, antigo presidente da Câmara Municipal de Lisboa. A Capital , 05 de Abril de 1991

«Quem pensa que há promiscuidade entre a política e o futebol é um estúpido.»
AVELINO FERREIRA TORRES, presidente da Câmara de Marco de Canaveses. Diário de Notícias , 20 de Maio de 2003

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds