Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por FJV, em 08.03.07
||| Proibir, de novo.





É uma reacção desproporcionada mas justa.


Já agora, comentários ao post sobre mais proibições e a este sobre o Todo Poderoso:
«Duvido bastante que, de facto, aches comparável a proibição do fumo em restaurantes e a pseudo-proibição das cadeias de fast food. E duvido também que não tenhas, já recebido mails a manifestar o mesmo que agora digo, mas, pelo sim, pelo não, cá vai: o fumo nos restaurantes interfere não só com quem fuma (activamente), mas também com quem está à volta; e isso não acontece com as cadeias de fast food...» [Cristina Silva]
«Tem razão quanto ao Todo Poderoso. Às vezes eu já tinha (tenho) dificuldades com o Todo Poderoso propriamente dito, aquele que é suposto ser Todo Misericordioso e amar-nos incondicionalmente e dar uns palpites sobre como deveríamos viver a vida, sem se meterem picuinhices, o que só lhe fica bem, que tenho dificuldade em gerir o "olhar" deste último feito de inércia, mesquinhice, invejazinhas, dedos apontados e má gestão dos seus recursos, recursos esses que saem dos nossos bolsos... Estou feliz, no entanto, porque vou deixar de ter fumadoras no cabeleireiro! Só é pena que tenha que ser assim, mas como dizem os sábios: temos o que merecemos.» [Joana C. D.]

«Hás-de engasgar-te com essa merda do charuto. O mundo ficava mais limpo sem fumadores e sem panascas intelectuais como tu que têm a mania de serem snobs.» [alguém que assina Algermais]

«Não me parece que se justifique essa comparação entre o fumo do tabaco e as cadeias de fast-food, mas há, de verdade, alguma semelhança. O problema é que está provadíssimo que o uso do tabaco é prejudicial ao próprio e aos outros. Quanto ao resto, que refere do post Todo Poderoso estou completamente de acordo.» [Rui Martins]

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 08.03.07
||| O cantinho do hooligan. Ressabiado.










Dizem as crónicas desta noite que «Diego fez a vida negra aos defesas do Celta» e que, como se sabe, «Hugo Almeida saltou do banco, aos 65 minutos, para marcar o único golo do Werder Bremen frente ao Celta de Vigo». Diego foi vítima do molho holandês que Adriaanse deixou no Dragão; Hugo foi vítima da ressaca do molho holandês. Se há indemnização a pagar a alguém, eu só conheço esta: a de Adriaanse aos adeptos. Só as contas de Diego já dão para desequilibrar o saldo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 08.03.07
||| O cantinho do hooligan. Rapidamente.







«Merci à toutes et à tous pour votre fidélité. Très bonne soirée et à bientôt.» Sans rancune.

Via Adufe, um texto minucioso e delicioso do Sr. Bulhão Pato sobre a semântica e a Taça UEFA.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 08.03.07
||| História da Europa.










A ideia (ah, que rica ideia!) de um livrinho único de História da Europa parece a de um catecismo com «FAQ about us». É o melhor dos mundos e já vejo, daqui, as crianças alemãs e portuguesas e polacas e espanholas e holandesas e italianas e checas a festejar versões comuns sobre tudo o que nos divide. Claro que já existe um modelo franco-alemão como inspiração (claro!), a servir de choucroute. Não é a defesa da Padeira de Alubarrota, contra os espanhóis, que me inquieta. Talvez exista um problema imediato com as invasões napoleónicas e com o jogo de alianças em que andámos metidos. Em geral, trata-se de uma operação de limpeza muito adequada. Ficaríamos todos felizes e unidos pela mesma constituição e pelo mesmo manual de história da Europa. Felizmente que os dinamarqueses, os suecos e os checos já disseram que não estão disponíveis, ao contrário da Espanha zapatera, muito limpinha e correcta, desejosa de mostrar que existe. Deixem-se de merdas. Que haja um manual sobre a Europa, distribuído pelas escolas para sensibilizar a criançada e explicar as instituições europeias, sim; mas pormo-nos de acordo uns com os outros e limparmos da História as vergonhas de cada um para que não haja ofendidos nem malandros, parece-me um exagero.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 08.03.07
||| Simplex.
Uma história alemã no Algarve.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 08.03.07
||| É bem feito.







Não sabia, erro meu: o On Bullshit, de Harry Frankfurt, já estava publicado em Portugal pela Livros de Areia com o título Da Treta [80 págs.].
[No Brasil, o título é Sobre Falar Merda, edição Intrínseca, 72 págs.].

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds