Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por FJV, em 21.07.06
||| Revisão da matéria, 2.
Sim, dois estados soberanos. Desde que 1) Israel esteja disponível para ser alvo permanente do Hamas e do Hezzbollah e, 2), que o outro estado soberano seja uma plataforma para que outros estados soberanos ataquem Israel sempre que quiserem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 21.07.06
||| Futebol, e é bem feito.
Se é verdade que no curioso juízo que o CJ da Federação de Futebol, ou lá o que é, produziu sobre o doping de Nuno Assis, estão implicados «um juiz conselheiro, dois juízes desembargadores, um procurador-geral adjunto e um procurador da república», eu até acho bem que haja escândalo. E esta mania de os acórdãos do tal organismo virem com pontos de exclamação devia ser vigiada, acho eu.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 21.07.06
||| Revisão da matéria.
A dedicação com que a RTP acompanhou a reportagem da CNN com um membro do Hezzbollah a servir de cicerone entre ruínas é apenas um exemplo da manipulação extrema a que isto pode chegar. (Ver aqui e aqui.) Contraste absoluto com as reportagens de Paulo Camacho, na SIC.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 21.07.06
||| Noll, outra vez.















Já está online a entrevista com João Gilberto Noll, na Antena Um. Para wma e real player.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 21.07.06
||| O mundo não está perdido.
A Isabel Sousa, que fez bastante (e tanto) pela leitura nas várias bibliotecas públicas e outros lugares onde esteve (Guimarães, Feira, S. João da Madeira, Espinho, etc.) lançou a ideia da Bibliopiscina -- que funciona até 15 de Setembro, de segunda a sábado, entre as 11h30 e as 17h30, na piscina municipal de Espinho. Livros à água!
A Póvoa de Varzim também foi original há uns anos: teve a primeira bibliopraia portuguesa. Espero que ainda funcione.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 21.07.06
||| Líbano.
«O secretário-geral das Nações Unidas, se os tivesse no sítio, propunha a suspensão imediata do Líbano do seio da organização. Já se sabia que governo libanês era uma ficção, embora toda a gente assobiasse para o lado. Agora não há desculpas.» Eduardo Pitta, no Da Literatura.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds