Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por FJV, em 08.05.06
||| Rir de quê?
Os franceses riem-se, actualmente, apenas um minuto por dia, contra os 19 minutos medidos em 1939 (a informação vem no Público de hoje). É natural.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 08.05.06
||| E, no entanto.
Evo Morales nacionalizou o petróleo e o gás bolivianos. Não vale a pena mostrar ar de escandalozinho, porque a medida já estava prometida no programa eleitoral; o processo era inevitável. Morales ganhou as eleições depois de anos e anos da incompetência e do desleixo que estiveram no poder. Não é figura muito recomendável, mas ganhou as eleições depois de ter ganho a rua e de a Bolívia se ter tornado intransitável. Ponto.
E, no entanto, há qualquer coisa assustadora que se repete: este gosto latino-americano pelas conspirações internacionais não promete nada de bom. Daqui a nada vai sair a lista dos conspiradores, depois os discursos, depois o chavismo completo. Está escrito no guião.

Também estava escrito no guião que se iria suceder a nacionalização das terras. O assunto não tem sido muito comentado, mas está lá.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 08.05.06
||| Brasil. Notícias do bloqueio.
Silvio Pereira, ex-secretário geral do PT, deu uma entrevista ao O Globo; com ela reacendeu a crise política, ao revelar que Marcos Valério «planejava arrecadar R$ 1 bilhões com PT no governo». Depois, «temendo ser morto», tentou que a entrevista não fosse publicada. Agora, vai ser (mais uma vez) intimado a depor na CPI. O mensalão regressa. Ou, como diria Lula, «o menfalão regrefa».

Entretanto, no Rio, está a resultar, de forma bastante positiva, a greve de fome de Anthony Garotinho. Já perdeu 6,3 quilos.

A Ordem dos Advogados do Brasil não avança com o pedido de impeachment do presidente Lula. Foi a OAB que avançou com o impeachment de Collor; o argumento é o de que «não há um clamor na sociedade pelo afastamento do presidente», ou seja, de que a rua está tomada pelos apoiantes do presidente. No entanto, a Ordem avança com
uma representação de ordem criminal contra Lula, «em face de seu inequívoco envolvimento nos eventos e delitos, relatados no processo».

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 08.05.06
||| Ah, portugueses!
Diz um dos responsáveis do Sindicato dos Profissionais da Polícia: «Não vejo onde está a xenofobia ou o racismo. Reafirmo tudo e não retiro nem uma vírgula.» Qualquer um retirava. Vejamos algumas das declarações:
«Não é uma questão de xenofobia, mas antes de haver imigrantes brasileiros não havia assaltos nos semáforos.»
«O aumento da criminalidade em Portugal deu-se com a abertura das fronteiras.»
«O Governo não devia deixar entrar tanta gente.»
«Quem matou os agentes na Amadora? Não foi um brasileiro? Quem matou o agente Ireneu na Cova da Moura? Não foram estrangeiros?»
«Porque é que os imigrantes do Leste não ficam em França e Espanha? Porque correm com eles... e acabam por ficar por aqui...»
Os problemas e a maneira de os profissionais da PSP lidarem com eles podem ser complexos. Mas com declarações destas, não há explicação que valha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 08.05.06
||| Uma imposição fraudulenta.
O site da Cinemateca Portuguesa apenas aceita visitantes munidos de Internet Explorer, o browser fabricado pela Microsoft. Trata-se de uma imposição de carácter duvidoso, na medida em que o conteúdo do site pode ser fornecido para qualquer programa informático. Quem possui outros browsers, geralmente de melhor qualidade, vê-se assim impedido de entrar no site onde parece vigorar a ditadura Windows: «Your Browser doesn't meet the requirements of this site. We recommend Internet Explorer 5.5 or later.» A informação de que a Cinemateca pretende deixar aceder ao seu site outros browsers but we don't forecast when it will be possible») não me parece muito tranquilizadora, de qualquer modo.

Informação via Blasfémias e A Jornada

Mozilla/Firefox (download para Windows aqui, para Mac aqui); Safari (para Mac); Opera (download aqui).

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 08.05.06
||| Carne para canhão, 2.
Depois de decidir penalizar os portugueses que não querem ter uma família numerosa e de imaginar um planeamento familiar dirigido pela Segurança Social, será que o Governo admite vir a punir mais uma categoria de cidadãos que coloca decisões de carácter individual à frente dos interesses da sociedade?

P.S.-Bom-senso por parte de uma opinião de esquerda, hoje no DN: «A inversão da tendência não se faz com campanhas, ou mesmo com pequenos incentivos no âmbito dos sistemas fiscal ou de Segurança Social.»

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds