Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por FJV, em 02.11.05
||| Um estudo de sociologia.
A propósito dos blogs «temáticos» referidos aqui, a Blogotinha enumera-os com mais precisão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 02.11.05
||| Saramago.
O Gonçalo Soares, que vive em São Paulo, já leu As Intermitências da Morte, de José Saramago (edição Companhia das Letras):
«A orquestra calou-se. O violoncelista começa a tocar o seu solo como se só para isso tivesse nascido. Não sabe que aquela mulher do camarote guarda na sua recém-estreada malinha de mão uma carta de cor violeta de que ele é destinatário, não o sabe, não poderia sabê-lo, e apesar disso toca como se estivesse a despedir-se do mundo, a dizer por fim tudo quanto havia calado, os sonhos truncados, os anseios frustrados, a vida, enfim. Os outros músicos olham-no com assombro, o maestro com surpresa e respeito, o público suspira, estremece, o véu de piedade que nublava o olhar agudo da águia é agora uma lágrima. O solo terminou já, a orquestra, como um grande e lento mar, avançou e submergiu suavemente o canto do violoncelo, absorveu-o, ampliou-o como se quisesse conduzi-lo a um lugar onde a música se sublimasse em silêncio, a sombra de uma vibração que fosse percorrendo a pele como a última e inaudível ressonância de um timbale aflorado por uma borboleta.»

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 02.11.05
||| A pequena micro-causa.
Como se recordam, elegi como micro-causa totalmente irrelevante, mas minha, a possibilidade de se beber aguardente gelada nos restaurantes portugueses. O Mário Pires, generoso, enviou-me a legislação portuguesa e europeia sobre o assunto, que estou a ler. Parei na parte em que a directiva europeia manda formar um comité para as bebidas espirituosas, a fim de estudar a biografia dos integrantes, não vá dar-se o caso de existir alguma incompatibilidade ou vício no que se refere aos interesses.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 02.11.05
||| Prostituição, legislação e imigração.
A Cláudia, do Peixe Fora de Água, envia de Londres uma nota sobre este assunto:
«[...]lembrei-me da discussão que por aqui anda no reino unido. Existe uma facção da opinião pública (já com algum apoio governamental) que começa a levantar a questão de lidar com o tráfego de mulheres de forma indirecta, ou seja, de tentar formar acusão contra homens que tenham sexo com uma prostituta que esteja claramente numa situação de prisão, tortura ou maus tratos. Mesmo que exista uma transacção monetária. O que começou como uma campanha civil, já ganhou algum apoio no meio politico, como mostra esta peça do The Observer. O princípio legislativo seria o da obrigação moral de relatar um crime no qual o cliente/pagador tivesse sido conivente (ok, eu nunca estudei direito, por isso vou parar por aqui com o palavreado jurista). O acto de pagar por sexo é considerado crime no reino unido.»
Ver também os comentários da Rita.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 02.11.05
||| Uma carta para Rui Rio.
Meu Caro: acho isso um absurdo. Quem tem medo compra um cão, não se barrica atrás dos Aliados. Quem tem medo de ser mal entendido, explica-se melhor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 02.11.05
||| Uma piada atrasada.
Atrasada só porque tem dois dias nos jornais: segundo o Público, o procurador que teria protegido Fátima Felgueiras (e, portanto, actor num processo de tentativa de corrupção, etc., etc.) é representante de Portugal num organismo europeu de combate à corrupção.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 02.11.05
||| Sexo na primeira página.
É preciso compreender a lógica da manchete de hoje do Correio da Manhã: «Lei passa a punir sexo antes dos 18.» Três anos separam aquilo que é crime do que pode ser apenas o fio da navalha, se tivermos em conta que as novas leis prometem «acautelar o relacionamento sexual considerado normal entre, por exemplo, uma jovem de 17 anos de idade e o seu namorado de 20.» O problema, como geralmente acontece nestes casos morais, não está no campo do que é tolerado ou permitido, mas no daquilo que a lei autoriza a considerar possibilidade do crime.

P.S. - Recordo que o ex-primeiro-ministro António Guterres chegou a propor a alteração da idade de voto para os 16 anos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

por FJV, em 02.11.05
||| O cantinho do hooligan.
Ideias gerais sobre futebol: uma ideia é que há uma equipa que ganha e outra que perde. Temo bastante que, com Co Adriaanse, haja uma equipa que ganhe e outra que, com quase toda a certeza, se prepara para perder ou para se desorientar à procura da bola.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds