Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Foi um swap.

por FJV, em 03.01.14

O New York Times publicou uma conversa com Marcello Dell’Utri, 72 anos, antigo senador, amigo de Silvio Berlusconi e condenado por associação à Mafia. O que existe de recomendável na sua figura? Nada. No labirinto da troca de favores da política italiana, Dell’Utri ajudou várias pessoas a “subir na carreira”, mas a ninguém como Massimo De Caro, antigo diretor da biblioteca Girolamini, de Nápoles, preso depois de se saber que roubava livros antigos do monumental arquivo daquela biblioteca barroca, uma pérola napolitana – e os entregava a Dell’Utri, bibliófilo confesso, com um gosto muito apurado por livros dos séculos XVI e XVII, e que chegou a pedir a Berlusconi um prefácio para uma edição facsimilada de O Príncipe, de Maquiavel. Milhares de livros roubados foram encontrados na biblioteca de De Caro, entretanto contratado pelo governo como especialista em energias renováveis. Um folhetim.

[Da coluna do Correio da Manhã.]

Autoria e outros dados (tags, etc)




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.