Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A estupidigentsia.

por FJV, em 26.09.09

Caro João: pela parte que me toca, acho que tenho de agradecer-te a nota sobre a estupidigentsia. Não sei o que é pior nela: se o que dizes, se o ressentimento. A quantidade de livros publicados em 2004, e que tu registaste, deve ser assombrosa a avaliar pelo cuidado  com que vigias a estupidigentsia, à espera que ela se entusiasme com qualquer coisa. Se a estupidigentsia se atira a um livro e se o acha bom, estás aí disponível para o combate, porque os outros, sejam quantos forem, não passam de idiotas ao pé de ti. Há livros de há dois ou três séculos que espero descobrir ainda, mas suponho que isso não te comove, uma vez que não passaram pelo teu crivo, que eu sei que é culto, atento e minucioso (não estou a fazer ironia). O ressentimento é o pior dos motivos, mas acredito que não te faça diferença. Compreendo que a «unanimidade» (ou uma «percentagem» próxima disso) te incomode, mas isso não justifica tudo, nem serve de critério. É verdade que antes de ler este livro existem milhares de outros que já estão disponíveis nas estantes há muito tempo, mas não se pode fazer grande coisa a esse propósito. Talvez publicá-los entretanto, quem sabe. De vez em quando aviso-te.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Blog anterior

Aviz 2003>2005